<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, outubro 30, 2003


Baú de Memórias II


Lembram-se duma eliminatória da liga dos campeões contra o Sion? Na Suiça estavamos a perder por 2-0. No entanto, Semedo fez o 2-1 e Fernando Couto, de cabeça, fez o 2-2. Recordo-me de estar a ouvir o relato no meu quarto e de ter vibrado de forma incrível com o golo do empate. Nas Antas (eu fui ver o jogo) despachamos os suiços por 4-0. Os golos foram de Jorge Costa, Kostadinov (esse matador búlgaro), Domingos (a passe de João Pinto) e Jaime Magalhães (um extremo direito absolutamente fantástico). Resultado da eliminatória: 6-2.
Comments:

quarta-feira, outubro 29, 2003


Baú de Memórias


Quero com este post iniciar uma secção, neste blog, em que se fala de jogos que, por alguma razão, ficaram na minha memória enquanto portista. E começo esta secção por um jogo em que o F.C. do Porto foi vencer ao Werder Bremen, na Alemanha, por 0-5. Lembram-se desse jogo para a liga dos campeões? O primeiro golo foi marcado por Rui Filipe, o segundo por Kostadinov, o terceiro por Secretário, o quarto por Domingos e o quinto, de penalty, por Timofte. O golo de Domingos é um golaço. Finta e remate mesmo ao ângulo. Foi uma exibição de luxo, grandiosa, que encheu todos os portistas de orgulho.
Comments:

segunda-feira, outubro 27, 2003


Resposta


Bem-vindo, Spinafro. Sendo portista, gosto de futebol e acompanho o campeonato nacional. Daí a minha participação no Calcio Rosso. Quanto ao Rui Costa, não resisti em silenciar a provocação. Em jeito de D. Sebastião desaparecido no banco do Milão, continua a ser promessa eleitoral benfiquista e é visto como um salvador da pátria que tarda a chegar. É cómico. Acredito que, nas próximas eleições e se continuar no activo, voltará a ser apontado como moeda de troca por votos. Não há nenhum clube nacional que alimente um mito messiánico semelhante... A minha opinião sobre o caso Maniche está clara no post de 24 de Outubro neste blog. Perante os dados apresentados pelo jornal "A Bola", parece-me não ser mais do que um contrato normal entre um jogador e um empresário. É uma tentativa de distracção dos dirigentes encarnados numa semana em que o FC Porto voltou a mostrar o fosso qualitativo que existe entre a equipa portista e o benfica. Sem adversário interno à altura, Luís Filipe Vieira sabe bem que as vitórias portistas, contrastando com as pálidas exibições do benfica, são o seu calcanhar de Aquiles...

PS: Respondi ao desafio nos comentários. No entanto e em jeito de posição oficial, decidi reproduzir a argumentação neste post.
Comments:

domingo, outubro 26, 2003


Só para portistas

O Portal dos Dragões é um caixinha de memórias azuis e brancas. Vale a pena rever os três golos no embate luso-gaulês, com Deco a provar que quem sabe não esquece...

PS: Já está à venda na Fnac o DVD do jogo da final da Taça UEFA e tem o sugestivo título "Bailado de Sevilha".
Comments:
O Azar de César

Gosto do César desde os tempos do Belenenses. Então, gracejava entre os amigos com o baptismo de César "Caçadores das Taipas" Peixoto, sem esquecer o entusiasmo no momento de transferência para o FC Porto. Enquanto jogador dos azuis do Restelo, tive oportunidade de espreitar várias partidas na SportTv e reconheci-lhe as qualidades que muitos chegaram a duvidar após algumas exibições apagadas na época transacta. Além de visão de jogo, é um jogador dotado de capacidade técnica. Nos últimos dois embates, revelou confiança nas suas qualidades, enfrentando, de peito aberto, o "um para um". O único senão é a tendência para quedas artísticas - falta alguma maturidade - o que pode facilmente (e deve) ser ultrapassado. Por isso, partilho da desilusão de José Mourinho. "Durante um período longo, na época passada, andámos longe um do outro relativamente ao conceito do que deve ser um jogador do ponto de vista psicológico e táctico. Na altura, o seu enorme talento não era suficiente para eu o considerar um grande jogador. Agora que nos encontrámos de forma definitiva, que o talento dele estava alicerçado numa cultura táctica boa e em níveis psicológicos fantásticos, acontece-lhe isto" . Depois das palavras do treinador, nada há a acrescentar.
Posted by Carla
Comments:

sexta-feira, outubro 24, 2003


Afinal o rapaz é craque

Ora estava Luís Filipe Vieira no escritório quando, dois anos após a saída do jogador, se lembrou que o FC Porto tinha de pagar pelo Maniche... Eu sempre pensei que o dirigente benfiquista, assessorado pela deficiente capacidade técnica do seu delfim Jesualdo Ferreira, tivesse esfregado as mãos de contentamento, quando os lorpas dos portistas quiseram livrar as águias do peso salarial de mais um jogador, relegado para a equipa B. Eis que o rapaz, que não servia para a equipa principal benfiquista - povoada por Robocop e afins -, afinal é craque nas Antas, em Sevilha e em Marselha... E quase consigo adivinhar os pensamentos do rei dos pneumáticos no momento em que assistia a mais um golo do ex-benfiquista, desta vez ajudando a quebrar o enguiço das equipas nacionais em território gaulês. Deve ter corado com o erro. Não bastava Deco e tinha também Maniche de brilhar na Invicta, em jeito de bofetada à incapacidade bisada dos dirigentes do benfica. Ainda mais, reconheço o peso do equívoco já que falta um Maniche (e não só) ao meio-campo anestesiado dos encarnados, desprovido de raça, sem força criativa nem defensiva capaz de vencer com mestria, alegria, força e sem deixar dúvidas um adversário menor e impotente como La Louvière. Perante a falta de resultados desportivos, tem que haver circo a alimentar as eleições e a distrair os sócios.
Posted by Carla
Comments:

quarta-feira, outubro 22, 2003


QUE GRANDE VITÓRIA!!!!!!!!!

Já tenho uma nova superstição: é sempre bom ver o FC Porto a sofrer golos primeiro, pois é certeira a reviravolta no resultado e uma grande vitória. Foi uma partida difícil contra uma equipa bem organizada e com um excelente jogo aéreo. O remate do Maniche é fabuloso; a jogada do Deco e o passe para o Aleni merecia os três pontos...
Posted by Carla
Comments:

domingo, outubro 19, 2003


Distraídos

Reparem na análise ao trabalho do árbitro Pedro Henriques no jogo Belenenses-FC Porto feita pelo "Record" e pela "A Bola". Os jornalistas não viram as agressões de Sané (Manuel José viu-as e tratou de tirar o kick-boxista de campo) e de Wilson sobre Derlei. Já para não falar do soco de Carlos Fernandes ao mesmo Derlei que o Record nem sequer refere. Viva a imparcialidade.
Comments:

Jogão

O F.C. do Porto fez um jogão. Mais uma vez começou a perder mas rapidamente deu a volta ao resultado acabando por vencer por 1-4. Em dois jogos utilizando o sistema 4-3-3 o Porto marcou 8 golos demonstrando que é neste modelo que se sente melhor. César Peixoto e Marco Ferreira jogaram de início bem puxados às linhas sendo o meio campo composto por Costinha, Maniche e Deco. Lá à frente esse jogador valioso chamado Derlei que mais uma vez marcou um golo pleno de sentido de oportunidade. Deco fez uma exibição muito boa sublinhada por aquele golo fantástico de primeira após passe a 30 metros de Maniche (e aquele passe de Deco de calcanhar a desmarcar o Paulo Ferreira?). César e Marco também marcaram. Dá gosto ver a equipa jogar, a maneira como pressiona, como retira espaços ao adversário não lhe permitindo respirar. Além disso, estes jogadores portistas têm uma força mental fora do vulgar. Se estão a perder não deixam de possuir confiança e avançam até esmagar o adversário por KO. Última nota para Paulo Ferreira que fez uma exibição fantástica a subir pelo corredor direito e cruzando imensas vezes para a área. Agora esperemos que tudo corra bem em Marselha.
Comments:

sábado, outubro 18, 2003


Mourinho dá entrevista à BBC


Nessa entrevista o treinador do F.C. do Porto afirma que a selecção não está a jogar bem e que não tem filosofia de jogo. Parece que só o Madaíl não percebe isso. Se calhar vai perceber da pior maneira possível. Para mal da nossa selecção.
Comments:

quinta-feira, outubro 16, 2003


Desespero sportinguista

As declarações do presidente-adjunto do clube de Alvalade, Soares Franco, foram as seguintes: "ouvi dizer que o Papa está a morrer. Ele faz esta semana 25 anos de legado e o senhor Pinto da Costa já vai com 21" (que piada de mau gosto). Além disso afirmou ainda que o F.C. Porto tinha vetado o árbitro Duarte Gomes para o jogo Porto - Sporting (não percebo para quê... o Porto foi claramente prejudicado por Lucílio Baptista em dois penaltis). Ou seja, os dirigentes do clube leonino disparam em todas as direcções. Todo este esbracejar só pode revelar uma coisa: desespero. Venderam Quaresma e Cristiano Ronaldo e a equipa vai-se afundando na tabela classificativa. A estratégia é atirar areia para os sócios do Sporting culpando Pinto da Costa por tudo. Será que o estado do relvado de Alvalade também foi por culpa do presidente do F.C. do Porto?

Comments:

quarta-feira, outubro 15, 2003


O jornalismo desportivo e o F.C. do Porto

Tudo o que eu e a Carla temos vindo a dizer neste blog acerca da forma injusta como a imprensa desportiva portuguesa trata o F.C. do Porto pode ser lido neste artigo de Miguel Sousa Tavares. De facto, a esmagadora maioria dos jornalistas desportivos portugueses são de Lisboa e, neste sentido, do Sporting e do Benfica. Isto não teria nada de mal desde que estes não manifestassem de forma tão parcial as suas paixões clubísticas. Alguns exemplos:

1 - O F.C. do Porto perde a Supertaça Europeia e aparece no jornal "A Bola" - "Super Rui". Não consta que depois do Benfica ter perdido o acesso à liga dos campeões contra a Lázio o mesmo jornal tenha titulado "Super Couto e Super Sérgio Conceição".

2 - Depois do jogo Guimarães - 1 Porto - 2 aparece como título no jornal "A Bola" - "Golo limpo anulado ao V. de Guimarães". Não consta, no entanto, que tenha sido motivo de primeira página os dois penaltis a que o Moreirense tinha direito contra o Benfica. Não parece igualmente que o canto inexistente que deu a vitória ao Sporting frente à Académica, no último minuto, na primeira jornada, tenha sido notícia de primeira página. Também não vi qualquer referência, em qualquer jornal, aos injustificados 6 minutos de descontos dados pelo árbitro aquando do jogo Sporting - Gil Vicente. Tal desconto permitiu que no último minuto o Sporting lá marcasse o seu golito.

3 - No programa da SIC intitulado "O Dia seguinte" refere-se que Costinha devia ver o segundo amarelo depois duma entrada sobre um jogador do Vitória de Guimarães. Acontece que Costinha não tinha visto sequer o primeiro amarelo.

No entanto, como diz Miguel Sousa Tavares, "A verdade tem várias cores". Pois é, tem várias cores e não apenas aquelas que a imprensa lisboeta nos quer impôr. A verdade é que o F.C. do Porto é, desde há muitos anos, a equipa portuguesa mais forte. Isso custa a muita gente que não estava habituada a ver outros clubes a vencer que não o Sporting e o Benfica. Aguentem!!!!
Comments:

domingo, outubro 12, 2003


A nossa selecção


A nossa selecção não está a jogar nada, não tem identidade de jogo e parece-se cada vez mais com uma verdadeira manta de retalhos. Sofre três golos contra a Albânia... marca através de frangos do guarda-redes albanês.... estamos no fundo do poço. Um dia José Mourinho vai chegar a seleccionador nacional, nem que seja a acumular com as funções de treinador do F.C. Porto, e o país que gosta de denegrir Mourinho vai perceber que a sua arrogância é uma arrogância positiva, de vencerdor, de quem não teme arriscar para alcançar os resultados mais audaciosos. Enfim, uma arrogância que não tem nada de semelhante com a arrogância de Scolari que pensa que é um ser iluminado, acima de qualquer crítica. Chamam-lhe de sargentão mas até agora não passou de soldado raso.

Comments:

sexta-feira, outubro 10, 2003



Os jornais desportivos e a falta de notícias

É incrível as notícias que aparecem nos jornais desportivos por estes dias em que não há campeonato de futebol. Pelo "O Jogo" ficamos a saber que o Geovanni foi colocado pelos colegas num contentor enquanto que "A Bola" se dedica a seguir a novela Mantorras/Hélder e o almoço para que o angolano não foi convocado. A má qualidade dos jornais desportivos portugueses também se vê nestes artigos, parecem a revista "Caras" ou outras do género. Haja paciência.
Comments:

segunda-feira, outubro 06, 2003


Bom jogo


O F.C. Porto fez uma exibição bastante agradável frente à Académica. César Peixoto foi titular e a sua acção, principalmente na primeira parte, foi decisiva pois marcou um golo de canto directo e apontou o canto que deu o segundo golo à equipa azul e branca. José Mourinho tornou a optar por um 4-3-3 bastante dinâmico. Os três do meio campo foram Pedro Mendes, mais recuado, Maniche e Deco. Pela extrema direita apresentava-se Derlei, pela esquerda César e lá à frente esteve o Benny. No entanto, as trocas de posições entre os jogadores foram constantes, principalmente entre César e Derlei. Este último fez um hat-trick. Nota positiva para a forma como o Porto reagiu ao golo da Académica e para a atitude que demonstrou ao longo de todo o jogo - com vontade de esmagar o adversário. O resultado podia ter sido ainda mais desnivelado.
Comments:

domingo, outubro 05, 2003



Carlos Queiróz em entrevista ao JN e TSF - " Não é preciso a equipa vestir as camisolas para sabermos que é o F.C do Porto que está em campo."


Obrigatória a leitura da entrevista de Carlos Queiróz ao JN de hoje. Podem lê-la aqui. Entre outras coisas o treinador do Real Madrid afirma que o F.C. do Porto é uma lição de gestão técnica e desportiva e que nos clubes de Lisboa ouvem-se primeiro os agentes dos jogadores, depois os jogadores e por último o técnico. Fala ainda de Santana Lopes e da forma como o ex-presidente do Sporting interferia com as suas opções. A entrevista completa pode ser ouvida na TSF.
Comments:


O jogo Marítimo - Sporting

O Sporting iniciou muito bem o jogo. Pressionante, sem dar espaços ao Marítimo, a equipa verde e branca teve várias oportunidades de golo através das quais poderia ter resolvido o jogo. A movimentação dos jogadores era constante o que confundia a defesa da equipa insular. Esta pressão acabou por redundar no golo do Sporting (Liedson parece ser um bom avançado). No entanto, depois do golo a equipa do Sporting nunca mais voltou a ser a mesma. Esperava-se que a vantagem no marcador aumentasse e aconteceu precisamente o inverso. O Marítimo cresceu e a segunda parte pertenceu-lhe quase por completo acabando por marcar dois golos e virar o resultado a seu favor. O que falha neste Sporting? Atitude? A defesa que já sofreu bastantes golos desde o início do campeonato? O sistema táctico apresentado por Fernando Santos? A baixa eficácia dos avançados? Aceitam-se comentários.
Comments:

sexta-feira, outubro 03, 2003


Nuestros Hermanos

Vale a pena ler a crónica do jornal espanhol "El Mundo Deportivo". Relata com exactidão o jogo FC Porto - Real Madrid. É bom ter "hermanos" assim.

Posted by Carla
Comments:


É de terceiro mundo justificar derrota com os árbitros


Esta frase foi dita por Camacho. Benfiquistas.... vocês estavam realmente convencidos de que tinham perdido nas Antas por culpa do árbitro não estavam? Deixem para lá, assim é o vosso próprio treinador a dizer a verdade, pode ser que abram os olhos definitivamente!!! A vossa ingenuidade é enternecedora. Duma assentada Camacho chamou aos dirigentes do Benfica e do Sporting de terceiro-mundistas.


Comments:

quinta-feira, outubro 02, 2003


RIcardo Carvalho chamado à selecção

Fez-se justiça. O melhor central português da actualidade foi convocado para jogar pela selecção nacional. A dupla de centrais da selecção deve ser Ricardo Carvalho e Jorge Andrade. Dois centrais rápidos e com um sentido de posicionamento fantástico.
Comments:

quarta-feira, outubro 01, 2003


Real Madrid é uma equipa difícil.... muito difícil


É difícil jogar contra uma equipa terrivelmente eficaz como o Real. É um lugar comum mas quando as oportunidades surgem eles não desperdiçam. Depois circulam muito bem a bola contando, para isso, com o elevado nível técnico dos seus jogadores. O F.C. Porto entrou muito bem e encostou o Real num canto. Depois, no entanto, surgiu um golo estúpido. Solari rematou de cabeça completamente sozinho. O próximo jogo, frente ao Marselha, é decisivo.
Comments:

Resultado óbvio

Confesso que, antes do jogo, não acreditava na vitória do FC Porto. Mantinha a esperança de um empate difícil, seguro com uma boa exibição defensiva da equipa. Mas, após o belo golo de Costinha, queria mais. Ficou o sabor a pouco. O Real Madrid ganhou bem, embora considere que o 1-2 seria mais ajustado. Apesar da derrota, gostei de ver o FC Porto trocar a bola, pressionar no meio campo e só faltou o golo (o Real Madrid não despediça as oportunidades). Tivessemos nós a sorte de Sporting e de Liedson e aquele golo em fora de jogo do Benni transformaria a partida. Feito o balanço, estou satisfeita com a equipa, como não fiquei contra o Partizan. Aí o FC Porto desperdiçou a oportunidade de trazer os três pontos. Faltou a vontade que hoje vi na equipa.

Posted by Carla
Comments:

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Site Meter