<$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, dezembro 22, 2004

Um ponto à frente

Empate na Madeira a uma bola. Num jogo tão fraquinho a única coisa que escapa mesmo é o ponto conquistado. Enfim, chegamos ao fim do ano em primeiro lugar no campeonato. Apenas com um ponto à frente, é verdade, mas o suficiente para liderarmos a competição isolados. Espero agora que os nossos jogadores descansem bastante e regressem com energias renovadas para enfrentar o resto do campeonato. Há 3 jogadores, especialmente, que necessitam de recuperar imenso a sua forma física: Maniche, Derlei e Fabiano.
Comments:

terça-feira, dezembro 14, 2004

Palavra de herói

Em entrevista ao Jornal de Notícias, Pedro Emanuel lembra o momento dourado do Japão e revela que as imagens das eliminatórias, decididas por grandes penalidades e vencidas por Once Caldas, foram decisivas para trazer o título de Campeão do Mundo. Já conheciam a receita.

"Já tomou consciência que, ao ter marcado a grande penalidade decisiva, passou a ser um dos protagonistas da história do F. C. Porto?
Pedro Emanuel - (risos) Confesso que ainda não tenho essa noção. No momento em que marquei a grande penalidade, senti sobre os meus ombros toda a vontade, não só dos jogadores, mas de toda a gente que trabalha diariamente com a equipa. Ao marcar o golo, não fiz mais do que agradecer e de lhes prestar uma pequena homenagem, pois temos trabalhado bastante nos últimos anos para que vitórias como esta possam acontecer o maior número de vezes possível. Esta vitória não é do António ou do Joaquim, é de toda uma estrutura que está bem montada e organizada.

Sentiu-se confiante?
A sequência de jogadores escolhidos estava combinada. É claro que a responsabilidade ia aumentando à medida que o tempo passava. Sinto-me feliz e gratificado por ter ajudado a dar justiça a tudo o que tínhamos feito ao longo do jogo. Não contávamos ganhar só nos penáltis, mas fomos para esse desempate confiantes na vitória. Sabia que tinha a confiança de todos os meus colegas. Sabia, também, a responsabilidade que tinha naquele momento e rematei sem medo de ser feliz.

Em que pensou a partir do momento em que o Garcia falhou a grande penalidade anterior?
Na Libertadores, o Once Caldas conseguiu duas vitórias no desempate por grandes penalidades. E foi nesses momentos que estudámos nos dias que antecederam o jogo que pensei, deixando para o último instante a decisão do lado para onde atirar. Esses vídeos foram a nossa vantagem.Ficou decepcionado com o facto de o Once Caldas ter abdicado por completo de atacar?Já sabíamos que eles eram defensivos, mas nunca desta forma. Um troféu como este merecia que as duas equipas jogassem abertas. No entanto, só nós procuramos a vitória. Confesso que até pensei que, devido à forma tão defensiva como eles actuam, não tivéssemos tantas oportunidades de golo. Infelizmente, tivemos, só que não as concretizámos. Mas acabámos por vencer."

Comments:

segunda-feira, dezembro 13, 2004

No topo do mundo

Que grande vitória e que grande orgulho em ser portista. As finais fizeram-se para vencer e mais uma vez o F.C. Porto levou esta máxima à letra vencendo a sua segunda Taça Intercontinental. Foi um jogo que dominamos por completo, tivemos inúmeras oportunidades de golo e só não vencemos no tempo regulamentar por infelicidade. Mas nos momentos da marcação das grandes penalidades os nossos jogadores revelaram toda a sua categoria e frieza. São jogadores habituados aos grandes momentos. Repararam na calma com que jogadores como Jorge Costa, Pedro Emanuel, Ricardo Costa e Costinha (jogadores que não estão habituados a marcar grandes penalidades)converteram os seus penáltis? Que classe!! E que grande jogo fez o Maniche. Este sim é o Maniche dos velhos tempos, aquele que enche o campo por completo com a sua presença. Só o F.C. Porto mereceu levantar a Taça. Só os azuis e brancos trabalharam para a vitória perante um Once Caldas que se limitou a defender e a aguardar pelos penáltis. Com esta vitória o curriculum internacional do F.C. Porto fica assim composto:

2 vezes campeão europeu (1987/2004)
1 supertaça Europeia (1987)
2 taças intercontinentais (1987/2004)
1 taça UEFA (2003)

Simplesmente fantástico...



Festejos
Comments:

sábado, dezembro 11, 2004

Treino no Japão

Aqui vai uma imagem do nosso Diego em plena sessão de treino no Japão.


Diego
Comments:

sexta-feira, dezembro 10, 2004

17 anos depois...

O F.C. Porto já é o clube português que mais competições internacionais venceu. 2 vezes Campeão Europeu, 1 vez vencedor da Supertaça Europeia, 1 vez vencedor da Taça Uefa e 1 vez vencedor da Taça Intercontinental. Neste Domingo os azuis e brancos podem alargar ainda mais essa liderança ao tornar a vencer, 17 anos depois, o troféu que dá o título de melhor clube da Europa e das Américas. Há 17 anos vencemos o Peñarol com Golos de Gomes e de Madjer. O resultado final foi 2-1. Foi um jogo disputado no meio dum intenso nevão onde os nossos jogadores mostraram uma enorme valentia, coragem e vontade de vencer. Este jogo, frente aos colombianos do Once Caldas também não será nada fácil. A equipa precisa de estar muito concentrada e jogar da melhor forma possível. Força Porto. Domingo torna a vencer e eleva-nos, mais uma vez, ao topo do futebol mundial. Vamos levantar mais um caneco.

Nota: Esta é a 25ª Taça Intercontinental e a última vez que se disputa. Actualmente existe um empate entre as equipas europeias e as equipas sul-americanas, 12 vitórias para cada lado. Portanto, cabe ao F.C. Porto a honra de poder dar a liderança definitiva ao continente europeu nesta competição.
Comments:

quarta-feira, dezembro 08, 2004

Dois tiros

Foi o grito de independência do Porto perante José Mourinho. Todos sabem que este blog é um grande admirador do treinador do Chelsea mas psicologicamente precisavamos de vencer o jogo para nos podermos libertar um pouco do seu fantasma. E que bela vitória! A primeira parte tivemos mais posse de bola mas praticamente não criamos hipóteses de marcar. Ainda por cima sofremos um golo consentido pelo Nuno. Na segunda parte melhoramos com a entrada de Quaresma pois começamos a ganhar a linha do fundo para cruzar, coisa que até ai não tinhamos conseguido fazer. Depois veio o golaço de Diego. Que grande tiro de primeira de fora da área!!! O segundo golo, marcado pelo Benni, surgiu após uma assistência de Quaresma. Grande cruzamento e excelente cabeceamento do nosso matador sem dar hipóteses ao guardião do Chelsea. E assim passamos aos oitavos de final da prova rainha europeia aproveitando igualmente a vitória do C.S.K.A em Paris. Quem diria? Ao fim de quatro jogos tinhamos simplesmente dois pontos. Mas a nossa ponta final foi forte e com duas vitórias asseguramos a passagem à fase de eliminatórias com 8 pontos.
Comments:

terça-feira, dezembro 07, 2004

Jogo à portuguesa

É hoje que o FC Porto defronta o Chelsea à portuguesa. Ou seja, a fazer contas e a olhar para outro estádio na derradeira tentativa de alcançar um dos 16 lugares na fase seguinte da Liga dos Campeões Europeus. Eu diria que a missão é quase impossível, mesmo que o FC Porto defronte um Chelsea de recurso. O conjunto londrino já joga como equipa, é extremamente coesa na defesa e consente poucas oportunidades de golo. Por sua vez, o FC Porto ainda não joga como equipa, vive do talento individual dos jogadores e desperdiça oportunidades flagrantes de golo (basta lembrar o último jogo frente ao Beira-Mar). Eu mantenho a esperança, mas parece-me muito difícil que o FC Porto consiga sair vitorioso do Estádio do Dragão esta noite.
Pode parecer um contra-senso, mas, na minha opinião, este não é o jogo decisivo. As partidas decisivas foram disputadas frente ao PSG. Desconexo e inocente, o conjunto portista perdeu a batalha contra um conjunto mediano e acessível.
A verdade é que a Liga dos Campeões Europeus é uma competição demasiado exigente para uma equipa em construção (lenta) como a do FC Porto. A Taça UEFA é uma competição mais adequada ao crescimento deste FC Porto com jogadores jovens. Espero que, esta noite, Fernandez coloque uma dupla de centrais experiente (Jorge Costa e Pedro Emanuel) e mantenha Bosingwa no meio campo. É indispensável um meio-campo combativo face a um Chelsea trabalhador.

PS: Sou fã absoluta de José Mourinho, da sua genial capacidade como treinador e do seu estilo pessoal vaidoso. A forma como as afirmações de Mourinho indignam meio mundo diverte-me bastante. Gostaria que o FC Porto superasse a equipa londrina de forma inequívoca. Mas, na disputa do campeonato inglês, eu torço pelo Chelsea.

Comments:

segunda-feira, dezembro 06, 2004

Tudo por tudo contra o Chelsea

Vai ser muito difícil o F.C. Porto estar presente nos oitavos de final da liga dos campeões. Para isso acontecer temos que vencer o Chelsea e esperar que o CSKA empate ou vença o P.S.G. Só desta forma estaremos com as últimas 16 equipas apuradas para disputar a fase de eliminatórias da liga dos campeões. O jogo contra o Chelsea de Mourinho vai ser tremendamente difícil, quer pela qualidade individual dos seus jogadores quer pela cultura táctica que o nosso ex-técnico soube incutir na equipa londrina. Só um Super-Porto poderá vencer este confronto. Esperemos que os nossos jogadores estejam inspirados e consigam materializar as poucas oportunidades que vão ter. Não pode haver desperdício tal como aconteceu contra o Beira-Mar. Para vencer temos que ser implacáveis.

Nota: Tenho a certeza que o José Mourinho vai ser bem recebido no Dragão. Vamos todos dar as boas vindas ao técnico que tantas vitórias importantes nos ajudou a conquistar.
Comments:

sexta-feira, dezembro 03, 2004

Apito Dourado

Como qualquer pessoa de boa fé, independentemente das cores clubísticas que defende, só espero que seja tudo investigado, de trás para a frente e de frente para trás. Depois, a justiça é que sabe quem deve ir a julgamento e, assim, quem deve ser considerado culpado e quem deve ser considerado inocente. Num estado de direito é assim que as coisas funcionam. Sem histerismos, sem dramatismos.
Comments:

quarta-feira, dezembro 01, 2004

Parceria com blog paulista

O blog "O Portista" tem o maior prazer em divulgar aqui um blog brasileiro dedicado ao São Paulo Futebol Clube, clube que o Luis Fabiano representava antes de se mudar para o Futebol Clube do Porto. Chama-se SPFC 1935 e podem-no ver através deste link
Comments:

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Site Meter